MÉTODO CALLAN

 

Método Callan – Inglês 4x mais rápido

Sucesso em Londres com alunos de todo o mundo, o Método Callan, considerado o melhor método da Europa, traz ao ensino do inglês uma abordagem mais prática e dinâmica.

O método é diferente de todos os outros demais existentes no mercado. Enquanto as escolas tradicionais começam seus cursos ensinando gramática aos seus alunos, nós fazemos o oposto: utilizamos algo chamado de sequência lógica, para que os alunos aprendam de forma mais rápida.

É o método mais rápido e eficaz de ensinar inglês. O segredo do sucesso em aprender um idioma é repetir, repetir e repetir. O ponto mais importante para o aluno entender quando aprende um idioma é a necessidade da repetição constante.

Aprender um idioma, assim como aprender a datilografar ou a tocar violão, é principalmente uma questão de se desenvolver um reflexo rápido. Praticar, praticar e praticar até conseguir.

Repetição mecânica

Um reflexo rápido só pode ser desenvolvido através de repetição mecânica. Tudo tem que ser repetido e revisado inúmeras vezes até que o reflexo possa ser executado automaticamente, sem pensar. A necessidade para desenvolver um reflexo rápido através da repetição é tão grande que cada escola deveria expor em suas paredes: “O segredo do sucesso em aprender um idioma é repetir, repetir repetir… E falar sem pensar”.

Velocidade é essencial

Inglês geralmente é falado a uma velocidade de 150 a 180 palavras por minuto. Com outros métodos pedagógicos, o professor fala muito mais lentamente que isto (normalmente a uma velocidade de cerca de 100 a 120 palavras por minuto). Com o Método Callan ele fala muito mais rápido – entre 200 e 240 palavras por minuto. Esta velocidade extra facilita para o aluno entender o inglês fora da sala de aula e, claro, o faz se concentrar mais. Isto também ajuda a reduzir o tédio mas, mais importante, aumenta a velocidade de seu aprendizado.

A ordem de aprendizagem – ouvido, boca, olho, mão

O aluno deve aprender um idioma estrangeiro da mesma maneira como ele aprendeu seu próprio idioma quando era criança. A criança ouve o idioma primeiro, então imita o que ouve, depois vê as palavras escritas e finalmente as escreve. Quando uma criança aprende seu próprio idioma, ela repetirá frequentemente coisas que ela ouve sem entender exatamente o que está dizendo – a compreensão vem depois. Assim deve ser com um estudante de idiomas. O aluno deve tentar não pensar muito, analisar tudo, ou continuar perguntando “por quê?”. Isso, é claro, é difícil para um adulto desacostumado a fazer coisas sem entender o que ele está fazendo exatamente, ou por que ele o está fazendo, mas, muitas perguntas e interrupções reduzirão sua velocidade de aprendizado.

Método beneficia todos os tipos de pessoas

O método Callan é focado em ensinar a gramática básica do Inglês e seu vocabulário essencial. Quando tiver completado os doze estágios do método, o aluno terá aprendido as 5621 palavras mais comuns da língua inglesa. O aluno vai estar completamente preparado para o exame do Cambridge First Certificate (F.C.E.). Este nível de inglês é essencial para qualquer um que precise ler em inglês, morar em um país de língua inglesa, ou trabalhar com pessoas que falem inglês. Então o método é apropriado para qualquer propósito de estudo, pois ele aumenta o desempenho de estudantes com facilidade para línguas, mas também funciona bem para estudantes com capacidade média. Pode ser usado tanto por jovens quanto por pessoas em idade mais avançada.

Leia seu livro, escute os áudios e use a plataforma do aluno em casa

Como já explicado, não é exigido que o aluno faça qualquer lição de casa. Com o Método Callan ele pode obter o resultado garantido sem isso. Para o próprio benefício, porém, é aconselhado que leia seu livro, escute os áudios e faça os exercícios da plataforma do aluno em casa por aproximadamente quinze minutos todos os dias, especialmente se ele perdeu aulas. Por exemplo, ele pode escutá-los enquanto se prepara para sair de manhã. Deste modo ele aumentará sua velocidade de aprendizagem e terminará o curso em menos tempo que o número garantido de horas (possivelmente 25% menos). Além disso, o aluno fará a lição na sala de aula muito mais fácil de se entender. Ao término de cada lição, o professor deve dar a ele o número do parágrafo atingido, de forma que possa revisar em casa o trabalho feito na escola e se preparar para a próxima lição. A economia de tempo que o aluno fizer precisando de menos aulas, cobrirá o custo do material de áudio.

O aluno pode desejar saber como é possível aprender um idioma sem fazer muitos trabalhos escritos. Como uma criança, você deve aprender a falar e a entender antes de escrever. A exceção de ditados e de algumas composições simples para o Cambridge Preliminary, o aluno não escreve nada até que ele alcance o Livro Cinco ou seja, depois que ele começa a pensar em inglês. Antes disso é desaconselhável. Até então, ele só escreve composições se for prestar um exame, como o Cambridge First Certificate. Também no estágio 7 ele escreve algumas composições simples caso ele pretenda fazer o Cambridge Preliminary. A habilidade para fazer composições e traduções normalmente vêm automaticamente com a habilidade para pensar diretamente em inglês.

Não se preocupe! Você chegará lá

O aluno tem que se lembrar de não se preocupar. Ele está garantido de obter o resultado que deseja, não importa o que aconteça. Um dos grandes inimigos da aprendizagem é a impaciência. Se o aluno é paciente, ele está certo de ter sucesso.

Milagres levam mais tempo

Nós vivemos em uma época impaciente. Algumas lojas na Inglaterra, como lojas de fotocópias, têm avisos em suas paredes dizendo “o impossível nós fazemos imediatamente, milagres levam um pouco mais de tempo”. Assim é com o Método Callan, porque ele ensina o inglês em um quarto do tempo normal, mas alguns alunos esperam poder milagrosamente conversar em inglês depois de algumas semanas no Livro Um.

WhatsApp Fale com nossa atendente.